Casa de Hades – Capítulo XV – Hazel

Quando Morgan avisou sobre os pássaros da Estinfália se aproximando, todos no convés tomaram seus postos de combate. Hazel ficou entre Nico e Frank, tentando parecer confiante diante daquela nuvem negra de pássaros que agora ocupava quase metade do horizonte. Eram monstros que eles já tinham enfrentado antes, afinal de contas. Enfrentado e – muito importante – derrotado. Não eram criaturas particularmente fortes, embora estivessem impressionando bastante pela quantidade.

A filha de plutão suspirou, segurando mais forte sua espada na mão. Quando Jason derrubou as primeiras aves ainda no ar, longe do Argus II, o enxame tomou uma postura agressiva. Era hora de lutar. Sem demonstrar, Hazel esfregou o rosto, cansada. Se as coisas continuassem daquela forma ela poderia dizer que ir contra Gaia com seus amigos tinha sido mais extenuante do que quando estivera no Alasca, com sua mãe sob o controle da deusa da Terra, tentando impedir a ressurreição de um gigante (embora ainda achasse que morrer fosse extenuante o bastante, por assim dizer). Já estavam tão familiarizados com os ataques daquelas aves-monstro que era fácil evitar seus golpes e contra-atacar, uma vez que sabiam exatamente como eles agiriam. Naquele cenário, mesmo a incrível quantidade de aves não parecia o suficiente para fazer qualquer diferença.

Continuar a ler

Anúncios