House of Hades – Chapter VIII – Nico

Few things had taken Nico’s his life; the death of Bianca, getting stuck inside an amphora for a week, and now he could add to the list in formation: “witness a fight between two demigods in the middle of a storm”. A mixture of admiration and apprehension took over the boy when Morgan jumped over Jason with all her might, staring the son of Jupiter with the eyes of a predator. Curiosly, that Morgan reminded him very little of the Morgan he had known and helped to fight in the Central Park, many months before, but he had no doubt that he could heavily rely on someone who advocated theirs causes with such commitment and ferocity.

She was talking with Leo, tendeding the wound in her leg, seated on the deck of the Argus II. Nico had recovered the the daughter of Hecate’s rifle with sawed barrel of and now was heading towards the duo, to return it. Morgan was wobbling, seated, probably trying to scare away the pain, but incredibly she managed a smile when she noticed Nico nearby, just the way he saw her smile several times before.
Continuar a ler

Anúncios

Casa de Hades – Capítulo VIII – Nico

Poucas coisas haviam deixado Nico sem fôlego em sua vida; a morte de Bianca, ficar preso dentro de uma ânfora por uma semana e agora ele podia acrescentar à lista em formação: “presenciar uma luta entre dois semideuses no meio de uma tempestade”. Um misto de admiração e apreensão tomaram conta do menino quando Morgan partira para cima de Jason com todas as suas forças, olhos fixos no filho de Júpiter como os olhos de um predador. Curiosamente aquela Morgan lhe lembrava muito pouco da Morgan que conhecera e ajudara a combater na Grand Central Station, muitos meses antes, mas ele não tinha dúvidas de que poderia confiar fortemente em alguém que defendia suas causas com tamanho empenho e ferocidade.

Ela conversava com Leo agora, e cuidava do machucado na perna, sentada no convés do Argus II. Nico tinha recuperado a espingarda de cano cerrado da filha de Hecate e agora se dirigia até a dupla, para devolvê-la. Morgan balançava-se, sentada, provavelmente tentando espantar a dor, mas incrivelmente conseguiu sorrir quando percebeu Nico por perto, exatamente da maneira que a vira sorrir diversas vezes antes.

Continuar a ler

House of Hades – Chapter VII – Morgan

Earlier, when Morgan had left to check which points she would use to the magic barrier for the camp, she noticed an unnatural disturbance in the wind. If she still remembered well her training with her master, that meant that the spirits of nature were moving, although she didn’t knew where nor why. When she returned to camp the tempers were not the best, but wasn’t like they could, with all that storm falling endlessly. She thought it was best not to ask unnecessary questions, and when Leo asked everyone to help him fix the deck, she did not question the sudden rush.

And now she was with her sawed-off shotgun with non-lethal rubber ammunition, aimed towards the face of Jason Grace, the bully praetor, demanding the withdraw of his offenses  against her brothers at that moment, or she would be willing to put “non-lethal” to test, with point-blank shots.

– Apologize for the shit you said Grace, or I’ll shoot you until you regret it!
– Settle down you two! – Piper ran, using all the charm she could focus at that time. Continuar a ler

A Casa de Hades – Capitulo VII – Morgan

Horas antes, quando Morgan tinha saído para verificar quais pontos utilizaria na barreira mágica do acampamento, ela percebeu uma perturbação anormal na direção do vento. Se ela ainda se lembrava bem de seus treinos com sua mestra, aquilo significava que os espíritos da natureza estavam se movendo, embora ela não soubesse para onde ou para quê. Quando ela voltou para o acampamento os ânimos não eram os melhores, mas também pudera, com aquela tempestade toda caindo sem parar. Ela achou melhor não fazer perguntas desnecessárias, e quando Leo pediu a todos que ajudassem a consertar o convés, ela o fez sem questionar a pressa repentina.

E agora ela estava com sua espingarda de cano cerrado com a munição não letal de borracha apontada na direção do rosto de Jason Grace, o pretor bully, exigindo que ele retirasse as ofensas contra seus irmãos naquele instante, ou ela estaria disposta a colocar “não letal” à prova, com tiros a queima roupa. Continuar a ler

A Casa de Hades – Capítulo VI – Jason

Jason gostaria de ter dormido mais naquela noite, mas não era hora de pensar em uma coisa daquelas. Leo havia soado o alarme, e todos corriam para o convés.

O vento estava forte e selvagem. Se antes eles haviam se surpreendido com o número de monstros no Monte Pindo, o filho de Zeus tinha motivos para uma nova surpresa: Jason jamais vira tantos espíritos da natureza juntos como via agora. Eles se dirigiam na direção do Argus II com uma expressão não muito amigável, marchando em massa através do declive, armados, gritando, sibilando, chiando e todos os outros sons que eram capazes de emitir. Hazel não demorou a ladea-lo, acompanhado de Piper e Leo. Frank ficara para trás junto com Nico, e o treinador Hedge gritava alguma coisa sobre não ter nem ao menos tempo de usar o banheiro em paz, enquanto corria com um pedaço de papel higiênico preso no casco. Jason teria pensado o quanto ele não precisava daquele look do sátiro quando se focou novamente nos espíritos da natureza.

– Eles estão furiosos, os espíritos da natureza. – Piper estava apreensiva
– Sim mas…. tirando causar uma avalanche na montanha lá trás, o que poderíamos ter feito pra isso?
– Deve ser coisa de Gaia. – Jason empunhou sua espada de ouro imperial, tomando a frente do grupo
– Que seja! Vamos mostrar pra eles quem é que está com a razão com nossos punhos!! – o treinador socou o ar, enérgico
– Achei que Sátiros também pudessem ser considerados um tipo de espírito da natureza…
– Chega mais perto pra eu te mostrar toda a minha espiritualidade natural, Valdez!
– Onde está Morgan? – Hazel olhava para os lados, apreensiva

Continuar a ler