A Casa de Hades – Capítulo II – Nico

Quando Nico se concentrou e chamou por Morgan em seus pensamentos, nunca lhe passaram pela cabeça que aquilo iria acontecer. Mas então todas as armas disponíveis no Argus II foram apontadas para a moça e ele percebeu que provavelmente era um erro chamar uma filha de Hecate perto dos semideuses Romanos que lidaram com grande parte do exército de Chronos – ao contrário de Percy e grande parte do Acampamento Meio-Sangue – que tinha enfrentado apenas a tripulação do Princesa Andrômeda; o clima já tenso no navio ficou ainda mais tenso com aquilo.

É… realmente uma péssima ideia, ideal para coroar os acontecimentos do dia.

– Então, você conhece esses caras?
– Como você conhece ela?
– Você conhece eles?! Continuar a ler

Anúncios

A Casa de Hades – Capitulo I – Jason

Ele suspirou, esfregando os braços para afastar o frio quase congelante da noite, acima das nuvens. Àquela hora, todos os outros estavam dormindo, com exceção de Leo, que parecia ter aceitado como uma missão mais do que especial desenvolver recursos para resgatar Annabeth e Percy do Tártaro. Desde que tinham conseguido se livrar da última horda de monstros voadores que haviam atacado o Argus II ele havia voltado para seu quarto, procurando estudar mais os pergaminhos de Arquimedes.
De vez em quando, um ou outro som chamava sua atenção, mas nunca era nada demais. Um estalo entediado de Festus. O som dos motores da aeronave. As correntes prendendo Atena Partenos no compartimento de carga improvisado no estábulo. Ouviu mais um som atrás de si e dessa vez viu que era Nico. Ele se apoiou no parapeito, cansado. Ficou calado por algum tempo, observando o horizonte, com os olhos semiserrados.

– Eu adoraria dizer que é um ótima ideia seguirmos até o monte Épiro com esse navio, mas é uma péssima ideia.

Jason o encarou de esguelha.

– Eu sei. Ficamos muito vulneráveis, mesmo eu tendo vantagem no céu.
– Não só isso. Precisamos pensar em um ataque surpresa contra as forças de Gaia, se quisermos ter alguma chance. Vamos chamar muita atenção no céu.
– O único problema é que no chão, a vantagem é dela.

Os dois suspiraram, sem grandes ideias.

E então, Festus soou o alarme. Continuar a ler